Meus Textos: Do que adiantou…

tumblr_lquxctlKci1qkrl6oo1_500_large

Do que adiantou a música que você fez pra mim, sendo que quase não a ouço, mal sei a letra.

Do que adiantou as tantas cartas que mandei para você, tanto às escondidas, quanto as que eu escrevia depois de estarmos juntos, sendo que nunca tive resposta de nenhuma delas.

Do que adiantou sentarmos juntos pra assisti um filme que eu gosto, sendo que você nem prestava atenção no filme, nem em mim.

Do que adiantou tudo que a gente passou, e não foi pouca coisa, para conseguimos ficar juntos, sendo que depois de juntos você não deu valor a nós dois.

Do que adiantou os meses de saudade e desejo de estar junto de você, e quando eu consegui, e quando nós conseguimos você já não quis ficar junto de mim.

Do que adiantou as várias mensagens de texto pelo celular na madrugada para manter você acordado e te excitar. Do que adiantou eu te esperar de manha com um beijo e uma calcinha bonita. Do que adiantou as tardes sem nada para fazer e eu começar a morder sua orelha e acabar fazendo o que de noite na hora de dormir a gente (ou eu) não resisti e querer de novo, sendo que eu acabei descobrindo que durante as mensagens e ligações na madrugada você foi para cama com outra, e que apesar de ter em casa, você foi procurar fora.

Em me fale do que adiantou? Eu te amar tanto, eu te respeitar, eu te querer perto. Sendo que você não queria nada disso comigo.

Então por que você não deu valor a tudo isso que tinha, eu garanto eu tinha muito mais para te dar, e te daria muito mais, era só você pelo menos demonstrar o amor que você dizia sentir.

Era você querer ficar mais junto, procurar qualquer motivo pra ficarmos grudados um no outro até enjoar e quando enjoar querer ficar longe, mas não consegui, por que o desejo de ficar junto era bem maior. Mas isso não aconteceu você pediu para eu ficar um pouco mais, pra voltar depois.

E agora eu já não sei se vale a pena eu me esforçar, eu lutar, por que eu sinto que eu vou fazer isso sozinha, para falar a verdade eu acho que eu sempre fiz isso sozinha, e querer sozinha cansa. E eu cansei.

Beijos

nome9

Anúncios

Meus textos: Sonhos

E cá estou eu pensando nos sonhos, nos que tive e nos que ainda tenho, e acabo sonhando ainda mais. Já sonhei em ser tanta coisa, em ter tanta coisa, nesses 21 anos de vida, sonhos vieram e foram, e sonhos ficaram e às vezes para eu não sofrer guardo eles em um cantinho especial do meu coração. Nenhum sonho que tenho é impossível, talvez ganhar na loteria, mas mesmo esse um dia pode acontecer, mas alguns sonhos que tenho estão tão longe do meu alcance, e esses eu guardo, e de vez em quando eu vou lá ao cantinho dos “sonhos especiais” olhar para eles e sonhar ainda mais, e deixar algumas lágrimas dos meus olhos.

Essa semana eu peguei o sonho: Intercambio em outro país para fazer um curso de fotografia, sonhei com a parte burocrática, e financeira, já entrei em sites de agencias, fiz cálculos de tudo que preciso, e fiquei sonhando em ver as nuvens pela janela do avião, de pisar em um lugar tão distante de onde vivo, de conhecer pessoas de cultura diferente da minha, de tentar aperfeiçoar o meu inglês que está longe de ser fluente, e de fazer um curso de fotografia, ter uma câmera em minhas mãos e congelar momentos especiais, e fotografar o mundo. Mas não tenho dinheiro para isso, só que nesse texto não quero falar da realidade quero falar dos sonhos. E quando a realidade bate eu sonho novamente, em ter condições de dar ao meu filho tudo isso que sonho pra mim.

E também olhei o sonho: Morar em São Paulo, morei em uma cidade perto, fui algumas vezes na capital, e me apaixonei! Ir ao parque do Ibirapuera e passar uma tarde gostosa, de ir ao McDonald’s, ir ao cinema, de ter mais opções de emprego, mais opções de onde estudar. Mas está longe do meu alcance.

Intercambio, morar em São Paulo, fazer faculdade, ter minha casa, ter meu filho sempre ao meu lado, comprar uma câmera semi-profissional ou profissional mesmo, ter muitos livros, muitos DVDs, amigos verdadeiros, sorrisos todos os dias, vários comentários de vocês que estão lendo este texto aqui no blog, frio todos os dias, cappuccino e chocolates diários.

E se eu parar para pensar nos meus sonhos, sonharei ainda mais, e não vou mentir, isso não é ruim, eu sou muito sonhadora, sonhar  faz parte de quem eu sou, da minha essência, se algum se realizar vou ser muito feliz vou aproveitar ao máximo, e a cada sonho realizado outro vai aparecer, por que eu sou assim.

E porque sonhar não paga.

E porque faz bem para a alma.

Meus Textos: A Prática do Despego.

Sabe aquelas roupas que não servem mais, mas que a gente guarda, ou por que ela trás uma boa lembrança, ou por que um dia a gente quer entrar nela de novo? Doe! Sabe aquele brinco que na época  a gente acha o máximo o modelo, mas que hoje está fora de moda, ou não combina com o estilo atual? Jogue fora! Sabe aquele embalagem de algum produto que é linda, mas que já acabou ou já venceu, mas que está com dó de se desfazer? Jogue fora! Sapatos velhos e desgastados? Jogue fora! Sapatos que você não é utilizado há uns bons anos ou que foi comprado e nunca usado? Doe!

E agora o principal: Sabe aquelas pessoas que não estão nem um pouco preocupadas com o que sentimos, com o que passamos? Afaste-se! Quer dizer, na verdade essas pessoas já se afastam naturalmente, pois, se de algum jeito importássemos para elas não se afastariam. E não faça joguinho “se eu me afastar vão sentir falta, e vão voltar a procurar por mim” sério, se uma pessoa gosta da gente ela não vai querer se afastar, vai nutrir a amizade, vai cuidar do relacionamento, a pessoa vai chegar e perguntar “por que você está assim? Por que você está tão distante assim?” E não simplesmente aceitar e deixar passar. Essas pessoas merecem que a gente se desapegue, e quando desapegamos desse tipo de pessoa estamos abrindo as portas para uma pessoa melhor entrar em nossas vidas.

Outra coisa que merece o desapego: dá ouvidos ao que os outros falam. Igual a música “Os Outros – Leoni” Os outros são os outros… Para que se importar com o que os outros dizem? Para que se irritar? Para que ir à porta da casa da pessoa tirar satisfação? Sabe o que a gente tem que fazer com esse tipo de gente? Ignorar! Já vi várias vezes no Facebook a frase “Superbond o melhor batom para fofoqueiros” mas acho melhor e mais fácil a gente fechar nossos ouvidos, ignorar certos comentários e boatos do que calar a boco de pessoas que não tem o que fazer.

E sabe porque estou falando isso tudo? Por que deu certo pra mim, algumas semanas atrás abrir meu guarda roupa e me desapeguei de várias roupas que não me serviam, doei e isso foi libertador, abriu espaço para roupas novas, e eu acredito que tudo que a gente usa fica carregado com as emoções vividas enquanto usávamos, e com certeza alguma estava com energias que faziam mau para mim, só foi desapegar e coisas boas aconteceram. E com pessoas, fiz a mesma coisa, estou cansada de virem atrás de mim só quando precisam, quero pessoas que gostem de passar o tempo comigo, de conversar comigo. E não de pessoas querendo alguma coisa emprestada ou um conselho. E dá ouvidos aos que os outros falam? Já liguem o botão de Foda-se (desculpem a expressão grosseira) há muito tempo, só eu que sei o que passei e o que passo, e se alguém tem alguma coisa a falar ao meu respeito, falem direto para mim, talvez a história seja bem boa e me inspire a escrever o livro que tanto sonho e escrever.

Então…

Tomem desapego, faz muito bem a saúde, e uma super dosagem não fará mal de maneira alguma!

P.s. Não é um desabafo, é só para as pessoas se tocarem e parar de reclamar de coisas que não vale a pena, e é só desapegar!

Beijos

Imagem We♥It

Meus Textos: O Tempo Passou…

E eu aprendi as várias formas que o amor romântico pode existir.

Não vou falar do amar pela família, e o amor amigo, esse fica para outro momento.

Essa semana eu estou sentindo uma saudade sem tamanho de um amor que tive, e que tenho, que sinto, e os caminhos da vida não me permitiu expressar o suficiente, mas hoje eu sei que vivemos o que tivemos de viver, mas enquanto eu existi meu amor por ele também vai existi. Mas Haila você é casada?!?!?! Sim, e amo o meu esposo, e é nesse ponto que eu queria chegar, quem foi que criou essa regra que só amamos uma pessoa na vida? Nem apareça na minha frente que eu mato, apesar de que acho que essa pessoa já está morta há muito tempo, por que uma das coisas que aprendi desde que entendo por gente é isso, que se ama só uma vez na vida, e não é bem assim, comigo não é assim.

Eu o amei tanto, e vivi poucos momentos com ele, mas que se eternizaram na minha mente de tal maneira que só de fechar meus olhos me lembro com tanta nitidez que as vezes nos meus momentos de insanidade fico pensando que voltei no tempo… Ahhh o tempo, como eu queria ter um vira-tempo da Hermione para poder voltar e ver (viver de novo não, por que foi perfeito do jeito que aconteceu, e se fosse viver de novo eu não resistiria e acabaria alterando a história) aquilo tudo de novo. E ver seu rosto mais uma vez, coisa que há quase três anos eu perdi a oportunidade de ver. Foi um amor que não teve ponto final, uma história mal acabada, mas acredito em outra vida após essa e eu sei que em um futuro distante, em outra vida viverei tudo até o ponto final.

E foi esse meu amor mal acabado que fez eu rever outro amor que estava aqui quietinho e que eu nem sabia que existia, quer dizer, não admitia que existia e no momento que eu admitir para mim mesma, eu disse “Esse eu coloco um ponto final, feliz ou não, mas vai ter um ponto final!” E graças a Deus esse ponto final não chegou e estamos só no meio da nossa história, e tenho muito a viver com meu esposo, não é fácil, mas por esse motivo é bom, eu odeio coisas fáceis!

E pensando nisso tudo, eu vejo que amei muito, teve aquele primeiro amor, ainda no pré (risos), e os que vieram depois, e teve o primeiro “amor de verdade” da adolescência, e teve as paixonites, eu não descobriria os “amores de verdade” sem elas, resumindo amei muito! E os que não eram fortes o suficiente passaram, apesar de não esquecer de nenhum e lembrar com saudade, aquela saudade do que foi bom, mas que não quero viver de novo. E os que são fortes estão aqui. Um que vai ficar aqui até o meu último dia viva, e que como não posso expressar só vai aumentando, mas que eu sei que o melhor  deixar ele aqui para sempre e nem se eu quisesse eu conseguira tirar, quase sete anos comigo e não quero viver sem esse sentimento tão bom. E o outro que eu posso expressar todos os dias, na hora que ele sai pra trabalhar mesmo sonolenta eu falo o “Eu te amo”, e amo mesmo, e dói pensar que um dia posso perder, e desde que eu voltei para os braços que me acalentam e que me protegem, eu prometi que demonstraria todo o meu amor por ele, se ele der valor não terei corpo o suficiente para segurar toda a felicidade que possa sentir, e se ele não der… Bem… Melhor eu dizer que fiz tudo o que meu coração pediu e que vivi tudo o que sentir vontade, se eu o amo, porque não demonstrar? É para isso que se ama, para viver e vise versa.

Estão vendo? Eu amei vários, e cada um a sua maneira, e a cada um com sua intensidade.

Eu acho que esse texto é mais para falar do amor que eu sinto, e da saudade que estou sentindo. E essa música abaixo não sai da minha cabeça, traz um sentimento tão bom… tanta saudade, se eu não escrevesse esse texto eu explodiria.

imagem We♥It

Meus textos: O sonho que tive

Gosto muito de escrever, e ultimamente estou muito inspirada para isso, então resolvi tirar tudo que está na minha cabeça e passar para o papel (word rs).

Essa noite tive um sonho tão lindo, sonhei que estava vendo o por do sol mais lindo do mundo, não sei dizer onde era, só sei que era lindo. Mas apesar de lindo o sonho foi frustrante na hora eu estava com a minha câmera nas mãos, mas minha câmera é velha, as fotos delas não ficam muito boas, e no sonho eu não conseguia tirar uma foto que prestasse, e eu queria tanto eternizar aquele momento. E esse sonho me fez pensar muito, ultimamente estou muito reflexiva, e até sonhos me fazem refletir… E pensar.

E refleti que muitas vezes em nossas vidas estamos no lugar certo, mas com a pessoa errada. Às vezes estamos na direção certa, mas achamos que não (e como vamos saber se é o certo?). Às vezes temos tudo e achamos que não temos nada. E na maioria das vezes queremos forçar a tudo dar certo que acabamos nos frustrando e sofrendo.

Já passei por várias situações como essas, eu já estive no lugar certo, mas com a pessoa errada, e também ao contrário, com a pessoa certa no lugar errado. No primeiro caso acabei desistindo dos dois. E nos segundo caso acabei perdendo a pessoa certa. Já segui uma direção achando que era certa, e acabou que não era, mas meu lema é “pelo menos eu tentei…” E já segui uma direção errada e foram os melhores momentos da minha vida. Eu já tive tudo que eu sonhei em minhas mãos, mas nunca fico satisfeita com tudo, tem sempre algo que me incomoda, e já tentei fazer uma coisa dar certo, mesmo estando na minha cara que não iria para frente, e acabei sofrendo, e frustrada.

E com tudo isso que vivi, e com o sonho que tive essa noite, cheguei à conclusão que temos que deixar acontecer, não forçar nada, no sonho que tive se eu tivesse somente apreciado o pôr do sol, eu eternizaria aquele momento e não ficaria frustrada. E é assim quando estou acordada, se tudo está lindo e acontecendo como sempre quis não adianta eu querer forçar a ficar assim para sempre, vou acabar me frustrando, pois nada é para sempre, e se tudo esta mal (como está agora) não adianta eu forçar a ficar bem sendo que ainda não chegou a hora certa de tudo melhorar. Obvio que não vou esperar as coisas caírem do céu, mas eu já fiz o que podia agora é esperar e ter calma, e se surgir uma nova oportunidade de melhorar vou correr atrás, pois como disse antes nada é para sempre nem os momentos bons nem os momentos ruins. O que temos que fazer é aprender a viver cada um deles.

Beijos.

Imagem We♥It