Livro que li: A mediadora, Crepúsculo – Meg Cabot

Sobre o livro: Suzannah já está acostumada com fantasmas. Ela é uma mediadora e pode não somente ver os mortos, como também interagir com eles. Eles a acordam no meio da noite reviram seu armário e aprontam coisas ainda mais sinistras. Além dos desafios comuns a qualquer menina de 16 anos, sua função é entender as mágoas dos que morreram e ajuda-los a resolver os problemas com os vivos. Mas a última coisa que ela esperava era se apaixonar por um fantasma: Jesse, um gato do século XIX.

Mas quando ela e Paul Slater – mediador de força inegável e intenções dúbias – descobrem que seus poderes vão muito além de ajudar fantasmas a resolver seus problemas terrenos, Suze pira de vez. É muito aterrorizante ter o destino de alguém nas mãos e saber que pode alterar o curso da história, principalmente porque Paul também sabe como fazer isso. E ele adoraria evitar o assassinato de Jesse, impedindo-o de virar fantasma e lhe garantindo uma vida tranquila, finalmente… mas no século XIX. Ou seja, Jesse e Suzannah nunca teriam se conhecido.

Suza então está diante da decisão mais importante de sua vida: deixar o único cara que já amou voltar para seu próprio tempo… Ou mantê-lo enclausurado eternamente na semivida ao seu lado. O que Jesse escolheria: viver sem Suzannah ou morrer por amor?

Último volume da série A Mediadora, Crepúsculo mescla romance, mistério e aventura em uma trama de tirar o folêgo.

Editora: Galera Record

Nº de Páginas: 271

Eu amei, amei e amei, essa série, como pude demorar tanto para ler? Isso é para eu deixar de ser enrolada. Bem agora vamos falar do último livro da série, e esse fato, me deixa com aquela tristezinha, mas eu estou tão empolgada com alguns livros que isso não vai me atrapalhar. E li tão rápido esse livro que nem vi, comecei segunda de manha e terminei na terça a tarde, (isso para mim é rapido, por que eu tenho filho, casa, trabalho, muitas coisas para fazer, e já foi o tempo que lia um livro em um dia). O jeitinho da Meg Cabot é muito gostoso de ler, é leve, é divertido, e a gente nem vê as páginas passarem.

E nesse livro, por ser o último, e ter todos os acontecimentos finais, reveladores, e decisivos (ah meu Deus, teve momentos que sentia vontade de gritar!) eu não conseguia largar, eu tinha que saber o final, e quando cheguei no final me emocionei, não tinha como não me emocionar, me apeguei a Suzannah (ao Jesse também, obvio!), eu tenho essa mania de me apegar a personagens. E se eu falar mais vou acabar contando mais do que deveria, por que o livro inteiro é bom e tem acontecimentos marcantes!

Beijos!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s